Estudando Moda em NY: Documentos e mais documentos

NY

Depois de ser aprovada, você acha que é só felicidade, se matricular e pronto? HAAAA quem dera! E pior que pra gente que não ta acostumado com todo esses processos das faculdades de fora, fica ainda mais complicado! Aqui se você conseguiu passar na facul dos seus sonhos, você se matricula, entrega os docs que eles pedem e fechou, néam?
Porém, quando você decide estudar fora, você tem que tirar o visto de estudante, você tem que enviar documentos de saúde, comprovar que você tem as vacinas obrigatórias, aplicar pra residência caso seja sua escolha, achar roommate, escolher suas aulas… não é pouca coisa não!
Mas vamos lá pro passo a passo, outro post que vai ser construído aos poucos e que vai ficar enorme! Eu acho que pode ajudar bastante quem precisa, porque eu sofri e nem o google me ajudou… hahaha

Lembrando que eu escolhi o FIT, mas cheguei a pagar a parsons caso eu não tivesse conseguido o FIT, então consegui ver um pouquinho dos processos das duas.

PRIMEIROS PASSOS

A primeira coisa que você vai precisar fazer, é pagar o tuition deposit pra garantir a sua vaga, geralmente essas taxas não são reembolsáveis e tem uma data limite pra ser paga. Depois disso, a sua página de aluno vai ser liberada, e por lá você vai poder fazer quase tudo que precisar.

No FIT quase todo o processo é ainda feito por carta e email, eles não vão te avisar se você passou ou não por email, o que é um porre, mas quando chega a carta, os processos são super bem explicadinhos, e você pode pagar pela internet com o formulário de tuition e os dados do cartão pelo email (foi o que eu fiz)

APLICANDO PARA RESIDÊNCIA

Após conversas intermináveis com meus pais, a conclusão foi que residência pra começar seria melhor, porque eu sou desligada, e a segurança lá é melhor, e eles não querem que eu morra e tals… Bem que eu queria um apto New Girl na minha vida, mas não vai ser agora hahahaha.

Bom, como eles me enviaram a resposta quase 1 mês e pouco atrasada eu sabia que ia ter problemas, porque a preferência é por “ordem de chegada”. Pela minha pagina do FIT preenchi os formulários e paguei a taxa de 300$ (tudo tem que pagar) esperei os 3 dias que eles pedem para confirmar e ai eu vi que tava na fila de espera, com 15 pessoas na minha frente…

Demorou cerca de um mês, mas a lista rodou mesmo! E eles te enviam email com todas as datas assim que você é confirmada, com escolha de quarto e roommate!
A sua posição pra escolha da residência é de acordo com a ordem que você foi aprovado, ou seja, eu estava na merda, se eu não tivesse arranjado um roommie que tinha horário de escolha mais cedo que o meu! Sorte! Vou ficar no Alumni Hall, que é um dos mais concorridos por ser tipo suite e não tradicional. Vai ser a primeira vez na vida que eu divido quarto com alguém, e o “apto” com mais 3 pessoas, ai gente…

VISTO DE ESTUDANTE – e todos os trilhões de formularios
Parte 1- Comprovação financeira

Assim que você receber a carta de aceitação e pagar a tuition, você entra no link de internacional students no site do FIT e baixa o ISTS, imprime e preenche. Esse é o tipo de coisas que seus pais vão ter que fazer pra você, porque é um formulário pra você provar que tem como pagar o seu ano de estudos, moradia e custos básicos de vida por um ano lá, eles dão um valor estimado, e você pode preencher com varias fontes pagando o valor pra você, ou apenas uma conta, e eles pedem junto com esse formulário uma carta comprovando aquilo tudo, então você pode pedir pra sua gerente do banco fazer uma carta carimbada e assinada pra você (em inglês, ou tem que traduzir e juramentar).
Escaneia o ISTS, carta/cartas comprovando as informações e a pagina principal do seu passaporte e envia para o email do FIT que veio indicado na carta de aceitação.
Após 5 dias eles te respondem se foi aprovado e te enviam o I-20. O segundo formulário a caminho do visto. Tudo isso levou cerca de 15 dias, foi beem rápido

Parte 2 – I-20

Recebi o I-20 cerca de uma semana depois que enviei o ISFS. É um documento que ja veem preenchido pela faculdade, com um espaço em branco para ser carimbado na sua chegada aos EUA.
Você vai receber ele junto com uma carta explicando os próximos passos, que é preencher o I-901 online e pagar os 200$ da taxa SEVIS (você vai ter que levar ambos no dia da entrevista para o visto), e o formulário D-160 que é para a solicitação do visto.

Parte 3 – Agendando o visto

Me senti uma burra procurando aonde agendava a porcaria do visto depois de preencher o formulário no site do consulado. Ao invés de ser tudo na mesma página… não!!!! Uma coisa em cada canto dessa internet maravilhosa. Fui só eu?
Os agendamentos, tanto no CASV (foto e dedinhos) como no consulado, estavam super fáceis e eu consegui matar tudo em 3 dias.
Levei uma porrada de coisas pra entrevista no consulado e o cara só me pediu o I-20 e a taxa SEVIS… mas melhor previnir né?

FORMULÁRIOS DE SAÚDE

Essa parte é muito chatinha, você precisa se certificar que tem todas as vacinas obrigatórias e um médico precisa assinar e colocar as ultimas datas que você tomou cada uma, é simples, mas sempre tem alguma vacina faltando…

Você pode enviar o formulário por email, ou escanear e postar no site de saúde (você vai receber o link na sua carta). Lá você vai preencher também o seu histórico médico, para assim poder dar entrada no seguro saúde, que é super importante hein 😉

MARCANDO UM BATE PAPO COM O ADVISOR

Você vai precisar marcar uma sessão com o seu advisor, ele vai te ajudar com a sua grade, tirar suas duvidas, e te falar um pouco sobre o seu curso! É obrigatório e você vai receber um email te cobrando! Tente marcar antes e depois de criar a sua grade, vai ajudar muito! 🙂 O papo é bem legal e da pra tirar todas as duvidas!

É bem importante ficar atenta as datas dessa conversa, pra não ficar sobrando!! Eu tive alguns problemas nas matérias de inglês (que são obrigatórias pra estudantes internacionais), e foi a minha advisor que resolveu tudo pra mim 🙂

ESCOLHENDO AS AULAS

Para escolher suas aulas você deve seguir a sua grade, a diferença são os horários e os professores, por exemplo, você tem a mesma matéria em diferentes dias e horários, com diferentes professores, então é bacana dar uma pesquisada antes da data pra se registrar.
Eu acessei a listagem de aulas do meu curso, fui vendo o nome dos professores e jogando no Rate My Professor, que é um site onde os alunos dão notas e reviews pros professores! Me ajudou muito a escolher alguns que eu gostaria de ter como professores, isso varia com o perfil de aluno, tem gente que ama aula interativa, gente que gosta de um professor que passa mais matéria, ai é com você… Mas vale a pena dar uma espiada em cada professor antes, e criar uma listinha de preferências.
Os professores mais disputados fecham as classes rapidinho, eu entrei no sistema 15 min depois, e alguns já estavam indisponíveis, então é bom ficar esperto 😉

É basicamente isso que você precisa saber e estar em dia assim que passar na sua faculdade dos sonhos! Fique sempre ligado nas datas pra não perder nada, nem atrasar a sua matricula, e se joga
bjbj ❤

Os diabos nem sempre vestem prada

Aqui vai mais uma lista super útil de coisas que se aprende vivendo trabalhando com moda

moda3

 

1. O ego das pessoas é um problema maior do que você imagina.
Eu tenho certeza que isso não acontece só com a moda, mas pra esses lados parece que a coisa toma proporções absurdas. Se a pessoa guardasse isso pra ela mesma e só fosse chata, ok, é suportável, mas nãããão, ela ainda tem que transbordar superioridade e achar que é melhor que todo mundo, e claro, que sempre vai ter alguém que vai se achar mais superior ainda, e tudo se torna um ciclo sim fim.

2. Os email do chefe sempre em cópia.
Se você ainda não tiver um nome reconhecido, for um estagiário, um empregado novo, e precisar de um favor de alguém, não adianta mandar um email pra pessoa sendo suuuper legal e simplesmente pedindo uma ajuda, porque é capaz que você fique meses sem respostas ou receba uma resposta grossa, a não ser que o chefe/superior do bonitinho esteja em cópia. Existem exceções, claro!

3. As pessoas não vão vestidas de “””””Street Style”””””” pro trabalho.
Aquelas montagens todas que você vê naqueles sites gringos, aqueles saltos sobrenaturais, cores explodindo, cabelo feito, maquiagem impecável, isso tudo definitivamente não existe na vida real onde as pessoas acordam 7 da manhã pra trabalhar, as vezes atrasadas, as vezes morrendo de sono, as vezes sem vontade de viver… é.

4. A falsidade educação de primeira é um aprendizado.
Na escola você tinha que conviver com o amiguinho que você não gostava todo santo dia… No trabalho, além de conviver você tem que conversar, fazer acordos, montar projetos, e as vezes essa pessoa agradável é seu cliente, aaaai são rosas pra todos os lados! E claro, não tem a ver com falsidade ser um fofo com aquela pessoa, são apenas negócios.

5. As pessoas são apaixonadas pelo que fazem.
Em muitas áreas da moda é possível encontrar aquele brilho no olhar enquanto algum trabalho se desenvolve, é inspirador e é sempre bom ver e conviver com pessoas que fazem aquilo que elas amam.

6. Achar vagas tops no Brasil é mil vezes mais dificil que no exterior.
Infeliz realidade, apenas.

AMO A MINHA PROFISSÃO, mas tem coisas que né?